Produtos Naturais / Suplementos Naturais

Portes de correio Grátis. Pedidos de Valor Superior a 30 Euros. Para Portugal.
Envio Gratuito. Para los pedidos superiores a 50 Euros. Para España.
Oferta de 5% na próxima encomenda. Recebe o cupão via email, após pagamento.
21 8223546 96 0489987
Use o cupão BlackFriday DESCONTOS ESPECIAIS: Black Friday! Desconto de 10% em todas as marcas!!! Até dia 23 de Novembro!

Alho - Allium sativum L. Alho-comum, alho-hortense, alho-ordinário, alho-vulgar ou alho-manso.

Alho ou Allium sativum

Família das Aliáceas (Liliáceas).

Habitat e distribuição.

Planta bolbosa perene, possivelmente originária da Ásia Central e Ocidental, é cultivada em todo o mundo.

Partes utilizadas.

Bolbos

Constituintes.

Contém aliinas (sulfóxidos de alquilcis­teína), que após hidrólise, pela aliinase, origina vários produtos voláteis odorí­feros (alicina, que predomina, e sulfure­tos solúveis na água). Fructosanas (cerca de 75%), açúcares redutores (15%), compostos tiociânicos (tiocianato de alilo), sais minerais, saponina e vestí­gios de vitaminas (A, complexo B e C). A Farmacopeia Portuguesa VII inscreve o alho em pó, produto liofilizado ou seco a temperatura inferior a 65C que deve conter, no mínimo, 0,45% de ali­cina, calculada em relação ao fármaco seco.

Farmacologia e actividade biológica.

Os compostos sulfurados, principal­mente os solúveis na água são respon­sáveis pela diminuição da agregação plaquetária e aumento da actividade fi­brinolítica. Efeitos hipoglicemiantes. Reduz o nível de colesterol. Proprieda­des anti-sépticas, fungicidas e antivi­rais. Acção diurética devido, principal­mente, às fructosanas.

Usos etnomédicos e médicos.

Antibacteriano e antimicótico. Arterios­clerose, hiperlipidemias, prevenção de tromboembolias. Afecções urinárias, pela acção diurética e antibacteriana. Gripe, sinusite, bronquite e outras afecções res­piratórias. Micoses.

Principais indicações.

Terapia de suporte na HTA e hipercoles­terolemia; como preventivo de alterações vasculares ligadas ao processo de envelhecimento; anti-infeccioso em situações gripais acompanhadas de tosse, bronquite e faringite.

Usos aprovados pela comissão E.

Arteriosclerose. Hipertensão. Para baixar os níveis de colesterol.

Contra-indicações.

Hemorragias activas, pré e pós-operató­rias, trombocitopenia, tratamento com anticoagulantes.

Efeitos secundários e toxidicidade.

O consumo de alhos exagerado pode produzir irritações gastrintestinais e reacções alérgicas. Por via externa pode produzir dermatites de contacto.

Observações.

Os compostos voláteis são eliminados principalmente pela pele e pelos pul­mões.

Formas de administração e posologia.

Uso interno
Alho cru: 2 a 5 dentes por dia.
Pó: 1 a 3g por dia, em cápsulas de 300 a 500 mg.
Tintura (L :5): 20 gotas, 2 a 3 vezes por dia.
Extracto seco: (5:1): 100 a 200mg 1 a 2 vezes ao dia.
Uso externo
Oléo essencial a 1%, em solução oleosa ou alcoólica.
Óvulos vaginais: ( candidíase vaginal) 500mg de extracto seco por óvulo, 1 óvulo por noite.

Doses recomendadas pela ESCOP.

Profilaxia da arteriosclerose (adultos): 6 a 10mg de alicina por dia ( 3 a 5mg de alicina são o equivalente a 1 dente de alho ou 0,5 a 1 grama de pó de alho)
Afecções respiratórias: 2 a 4mg de pó ou 2 a 4ml de tintura (1:5), 3 vezes ao dia.

Bibliografia
Plantas e produtos Vegetais em Fitoterapia
Autores: Prof. Doutor A. Proença da Cunha, Dra Alda Pereira da Silva e Dra Odete Rodrigues Roque.
Editora: Fundação Calouste Gulbenkian.